Departamento Jurídico do SIMPI ajuizará ações por conta de atraso de salário

O Departamento Jurídico do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna – SIMPI convoca os professores que estão em situação de desvio de função e que ainda não receberam os salários referentes aos meses de dezembro para que compareçam à entidade sindical com urgência e apresentem a documentação necessária à...

Falta de monitores poderá levar suspensão das atividades nas creches em Itabuna

O ano de 2019 iniciou, mas os professores ainda enfrentam problemas do ano passado. Desta vez são as creches da rede municipal de ensino de Itabuna que estão enfrentando dificuldades em seu funcionamento, uma vez que os monitores não estão trabalhando porque estão, há quase três meses, com salários atrasados,...

MEC determina reajuste de 4,17% a professores de nível I e SIMPI já se articula pela luta dos professores de níveis II e III

O Ministério da Educação (MEC) determinou que o reajuste salarial para os professores de nível I, aqueles com apenas formação em magistério, receberão um reajuste salarial de 4,17%, fazendo com que o salário inicial da carreira chegue a R$ 2.557,74 para 40 horas de trabalho semanal. A Prefeitura de Itabuna...

Secretária propõe reunião para tratar do fechamento do CISO e encontra resistência dos professores

A Secretária Municipal de Educação, Profa. Nilmecy Gonçalves promoveu na tarde desta quarta-feira, 09/01 no salão da USEMI, uma reunião para informar aos professores e demais funcionários que atuam no Colégio Estatual Sesquicentenário de Itabuna (CISO) o interesse do Prefeito Fernando Gomes em romper o convênio que o município possui...

Após mediação do SIMPI, Procuradoria concede prazo para sanar pendências em licença strictu sensu

Visando mediar a situação dos professores que receberam licença com vencimentos para realização de estudos em mestrado e doutorado, mas que não puderam entregar à Secretaria Municipal da Educação os documentos comprobatórios de conclusão de seus estudos, o Sindicato do Magistério (SIMPI) solicitou uma reunião com a Procuradoria Municipal de...

Departamento Jurídico do SIMPI ajuizará ações por conta de atraso de salário

O Departamento Jurídico do Sindicato do Magist...

Falta de monitores poderá levar suspensão das atividades nas creches em Itabuna

O ano de 2019 iniciou, mas os professores ainda ...

MEC determina reajuste de 4,17% a professores de nível I e SIMPI já se articula pela luta dos professores de níveis II e III

O Ministério da Educação (MEC) determinou que...

Secretária propõe reunião para tratar do fechamento do CISO e encontra resistência dos professores

A Secretária Municipal de Educação, Profa. Ni...

Após mediação do SIMPI, Procuradoria concede prazo para sanar pendências em licença strictu sensu

Visando mediar a situação dos professores que ...

Aniversáriantes

Banner
Banner
Segunda, 29 Novembro 1999 21:00

Diretoria do SIMPI cobra pagamento de 13º salário dos Professores

Avalie este item
(0 votos)

O Sindicato do Magistério Municipal (SIMPI) enviou na manhã desta sexta, 22/12, um ofício cobrando do governo o pagamento imediato da segunda parcela décimo terceiro salário da categoria de professores municipais. O SIMPI informa que, caso o pagamento não seja efetuado, irá proceder a reclamações na Justiça e no Ministério Público do Trabalho, bem como promover, junto à categoria, ações de mobilização.

O décimo terceiro salário é um direito constitucional de todo trabalhador e a lei determina que a sua segunda parcela deva ser paga até o dia 20 de dezembro. O município de Itabuna descumpriu o prazo e, até o momento, efetuou o pagamento de alguns poucos professores. De acordo com o Secretário da Fazenda de Itabuna, Moacir Messias, havia em caixa, apenas, R$ 1.700.000,00, valor insuficiente para pagar todos os professores. “O que nos foi informado é que a Secretária da Educação autorizou o pagamento dos professores com menores salários, já que não haveria como pagar a todos de uma só vez”, relata Maria São Pedro, Dirigente Sindical que obteve informações do Secretário da Fazenda.

Na última rodada de negociação, o Governo havia sinalizado que possivelmente o pagamento aconteceria nesta sexta, 22, mas diante da inércia do município, o Sindicato enviou o ofício justamente para exigir que este prazo limite seja respeitado. “Estamos cobrando aquilo que é garantido na constituição e na CLT. O governo deveria ter se organizado para evitar situações como esta. Na próxima semana teremos assembleia e o não pagamento do décimo poderá gerar suspensão imediata das atividades docentes”, finaliza Carminha Oliveira, Presidente do SIMPI.

Fonte: Ascom SIMPI

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Visitantes Online

Nós temos 120 visitantes online

Contador de Visitas

4068426
TodasTodas4068426

Calendário