Imprimir esta página
Terça, 04 Julho 2017 10:03

SIMPI participa de reunião do IMEAM para tratar da excedência dos Professores

Avalie este item
(0 votos)

Após a reorganização da rede municipal de ensino que migrou do Ciclo de Formação Humana para Sistema de Escolaridade ano a ano, alguns problemas foram evidenciados nas unidades escolares, justamente porque as propostas de ensino demandam quantidades de profissionais diferentes.

Dessa forma, visando solucionar o impasse, o Sindicato do Magistério – SIMPI acompanhou ontem, 06/04, uma reunião promovida pela Secretaria de Educação no Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (IMEAN) que tratou da excedência de profissionais.

A Secretária de Educação Anorina Smith reafirmou aos professores que a organização escolar, a partir deste ano, será nos moldes da antiga seriação, ou seja, ano a ano. Por outro lado, informou que os professores que ficaram excedentes permaneçam cumprindo sua carga horária na escola, até que o Departamento de Acompanhamento e Gestão (DAG) apresente suas realocações até final de abril. Ainda de acordo com a Secretária, na próxima segunda, 10/04, as escolas já estarão recebendo o calendário letivo além da definição exata da hora/aula. “Estaremos definindo se as aulas serão de 50 ou 60 minutos, tudo para que seja possível adequação à lei do piso”, afirma Anorina Smith.

O SIMPI participou de toda discussão, justamente para assegurar que os direitos dos professores fossem respeitados. Na perspectiva da Presidente Sindical, Profa. Carminha Oliveira, caso as alterações sejam no intuito de garantir o terço da jornada para planejamento e estudo do professor, estas serão bem vindas. “Estamos, há muito, lutando para que a lei do piso seja integralmente respeitada. Ela não trata apenas de salário, mas também de outros as aspectos de ordem pedagógica como a redução de 1/3 da jornada”, afirma a sindicalista.

Fonte: ASCOM SIMPI

210 comentários