Aniversáriantes

Banner

SIMPI se reúne com Secretária de Educação para tratar de assuntos de interesse dos Professores

PDFImprimirE-mail

A Diretoria do Sindicato do Magistério – SIMPI se reuniu na manhã desta quinta-feira, 07/03 com a Secretária de Educação Municipal, Profa. Nilmecy Gonçalves e equipe para tratar de uma série de pontos de interesse da categoria de professores, dentre estes o reordenamento dos profissionais que atuam nas escolas do campo, o direito à reserva técnica dos professores que trabalham nas séries iniciais, bem como tratar da falta de monitores das creches.

De acordo com a Secretária de Educação, Profa. Nilmecy Gonçalves, a assessoria do campo já está elaborando um encontro específico para tratar do reordenamento deste segmento, cuja data ainda será definida e passada para o sindicato. No tocante à reserva técnica de redução de um terço da jornada para os professores que atuam na educação infantil e séries iniciais, a Secretária afirmou que foi desenvolvida uma proposta neste sentido, que consiste na aplicação gradual da redução de jornada. “Já nos debruçamos sobre este assunto e estamos buscando meios de executá-lo. Inclusive apresentamos nossa ideia na Câmara de Vereadores no dia 19/02”, afirma a Secretária.

Na oportunidade a Presidente do SIMPI, Profa. Carminha Oliveira questionou quais as medidas que serão adotadas pela Secretaria para resolver o problema da falta de monitores nas creches, tendo em vista que o valor pago e os constantes atrasos tem desestimulado a participação dos auxiliares no cuidado com os menores. De acordo com a Secretária, o decreto municipal de redução de despesas foi revogado pelo Prefeito, situação que poderá melhorar a organização da pasta da educação. Além disso, ficou constatado que será preciso promover novas formações com os monitores, para que eles entendam qual sua real função e de que forma poderão facilitar o trabalho do professor.

Já em relação à licença para cursos de mestrado e doutorado, a procuradoria ainda não apresentou qualquer solução à secretaria de educação, o que tem inviabilizado a saída de novos profissionais. A Presidente do SIMPI questionou também como se dará o processo de remoção e lotação dos professores do CISO e a acolhida no colégio IMEAM. De acordo com Edlene Zulma, Diretora do Departamento de Acompanhamento e Gestão, a secretaria já está se articulando para recepcionar estes profissionais, que serão realocados no próprio IMEAM ou em outra escola que o professor demonstre interesse, caso haja disponibilidade.

Por fim, a Secretária confirmou que todos os professores já retornaram à folha do FUNDEB, cumprindo um dos pedidos feitos pelo sindicato no dissídio coletivo de greve e que o terço de férias em atraso também já foi pago. Todavia, deixou claro que o Governo ainda não apresentou qualquer posicionamento acerca da individualização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Portanto, a líder sindical refaz o seu apelo: “pedimos aos professores que ingressem com a ação de individualização do FGTS o quanto antes, pois o prazo prescricional encerra agora no ano de 2019. Compareçam ao departamento jurídico do sindicato com seus documentos para não perderem este direito”, conclui a Presidente do SIMPI.

Fonte: Ascom SIMPI

 

Visitantes Online

Nós temos 189 visitantes online

Contador de Visitas

4506850
TodasTodas4506850

Calendário