Aniversáriantes

Banner

Professores mantêm greve e aguardam análise do Consultor Jurídico do SIMPI sobre alteração da proposta

PDFImprimirE-mail

Os professores da rede municipal de ensino de Itabuna se reuniram em assembleia na tarde desta quinta, 04/10/2018, e decidiram pela manutenção da greve até que o Consultor Jurídico da entidade sindical, o advogado Tadeu Cincurá analise a alteração da proposta de reajuste salarial apresentada pelo Governo, que era de 2,8% parcelado e passou para 2,8% integral, com retroatividade progressiva.

De acordo com a Profa. Carminha Oliveira, Presidente do Sindicato do Magistério (SIMPI), a alteração da proposta chegou ao sindicato na manhã desta quinta e a diretoria sindical não teve tempo hábil de discuti-la com sua equipe técnica. “Ontem tivemos uma rodada de negociação, mas o Governo não apresentou nenhuma novidade. Hoje recebemos um ofício alterando a proposta que era de 2,8% parcelado para 2,8% integral, com retroatividade. Por isso, precisamos de uma análise detalhada do nosso consultor, pois continuamos defendendo o reajuste apontado pelo Ministério da Educação de 6,81%, mesmo que parcelado”, afirma a líder sindical.

O documento emitido pela SEC também tratou da situação dos professores em situação de desvio de função, mas não apresentou previsão para pagamento de atraso salarial. Segundo o ofício, o retorno destes profissionais à folha do FUNDEB ocorrerá gradativamente, sendo que em novembro retornarão uma parte dos professores laudados, não aposentados; no mês de dezembro a outra parte, que se encontra na mesma condição; e no mês de janeiro/2019, os demais profissionais da educação que, porventura, estejam vinculados às verbas municipais destinadas à Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (MDE).

A próxima assembleia dos professores está prevista para terça-feira, 09 de outubro às 9h no auditório do SIMPI, oportunidade em que a classe avaliará as considerações do Consultor Jurídico e decidirá se acatará a proposta do Governo ou permanecerá na luta pelos 6,81% de reajuste. Além disso, a classe já se manifestou, também, no sentido de que só haverá retonor às atividades se a Secretaria de Educação garantir a existência de um calendário unificado de reposição para toda rede. 

 Fonte: ASCOM SIMPI

Última atualização em Qui, 04 de Outubro de 2018 17:45  

Visitantes Online

Nós temos 88 visitantes online

Contador de Visitas

4000785
TodasTodas4000785

Calendário